Vinte Dicas de Como Conscientizar o Próximo

Um dos maiores problemas que os animais enfrentam é a ignorância dos humanos. Eles são vítimas de atrocidades por serem considerados seres que Deus colocou no mundo para nos servir. Como se não tivessem sentimentos, como se não sentissem dor, como se fossem meros objetos.

Se cada um de nós conseguir conscientizar uma pessoa, poderemos ser responsáveis por gerações inteiras de cidadãos que irão respeitar os animais.

Abaixo alguns exemplos de como você pode fazer diferença conscientizando seu próximo. :

1) Coloque uma imagem ou um pensamento referente aos direitos dos animais, em sua correspondência eletrônica.

2) Selecione um texto educativo e mande para um amigo.

3) Peça aos professores de seus filhos que sugiram temas para redação relacionados aos direitos dos animais.

4) Uma vez por mês imprima textos, faça xerox e coloque na caixa de correio ou debaixo da porta de outras pessoas. Há voluntários que fazem mutirões cada vez num bairro diferente da periferia da cidade onde vivem. Se você só pode imprimir 10 desta vez, não importa. Uma pessoa conscientizada faz muita diferença.Faça uma "vaquinha" com os amigos ou com a família, imprima textos em maior quantidade e fale com pessoas que têm lojas de animais ou mesmo outro tipo de comércio, para que distribuam para os clientes.

5) Passe abaixo-assinados. Os grupos de defesa dos animais que organizam protestos, precisam muito de pessoas que colham assinaturas. Mesmo que você só mande 10, estará ajudando.

6) Coloque um cofrinho com um texto educativo em lojas de animais e doe o que arrecadar para uma associação perto de você. Você também pode pedir para as lojas colocarem uma caixa de papelão sugerindo que os clientes doem ração para uma associação protetora de animais local.

7) Se você é professor ou mesmo mãe que coviva com outras famílias em condomínios, faça uma palestra sobre animais de circo. Imprima a cartilha Uma Vida de Elefante e distribua para as crianças. Imprima o site Animais de Circo e mande para as escolas de primeiro grau na sua cidade, pedindo que não levem as crianças a circos que usam animais. Escreva uma carta para os diretores.

8) Coloque um cartaz com o endereço de alguma entidade que tem abrigo com animais para doação, na sua igreja, no consultório do veterinário que cuida dos seus animais, em farmácias etc. Veja aqui como conseguir cartazes gratuitamente

9) No aniversário do seu filho, peça para que as pessoas tragam um pacote de ração e doe para uma entidade próxima de você. Compre figuras de animais e dê para cada criança, acompanhada de uma mensagem sobre o respeito que os animais merecem.

10) Coloque um adesivo de uma associação protetora de animais no seu carro. Ligue para a associação de sua cidade, talvez eles também tenham adesivos para vender e estejam contando com a venda dos mesmos para reverter verba em prol dos animais que recolhem.Vá à praia ou ao parque vestindo uma camiseta de uma associação. Compre também para a esposa ou o marido e para as crianças.

11) Peça para uma escola do seu bairro deixar você dar uma palestra sobre prevenção de crueldade contra animais. Use nossos textos e sua criatividade. Fale sobre animais de circo, dissecação e sobre a importância em se preservar a Natureza. Conscientizar nossas crianças é fundamental.

12) Forme um grupo entre amigos e vizinhos, peguem seus animais e visitem asilos para idosos, orfanatos e hospitais infantis. Além de difundir a mensagem sobre a importância dos animais na vida do ser humano, estaremos servindo de exemplo e conscientizando as pessoas de que amor rompe barreiras de espécies. Aquele seu amigo que tem animais de raça e não se importa muito com vira-latas, pode vir a perceber o mundo de uma maneira mais compassiva. Crie projetos como o Projeto Cão Idoso, na sua cidade. Os animais, os velhinhos e as crianças esquecidos pela humanidade e que tanto precisam de carinho, agradecem. E você vai se sentir maravilhoso por ter feito uma boa ação.

13) Se você sabe mexer com internet, escolha um tema e faça um web site. Mesmo que seja para copiar algumas páginas de outros (com prévia autorização dos autores). Quanto mais se fala no assunto, mais aumentam as chances de mais pessoas tomarem conhecimento da realidade dos animais e, por conseguinte, os ajudarem. O que está no nosso site pode ser copiado sem autorização, mantendo os nomes dos autores quando identificados.

14) Escreva para jornais de bairro e jornais locais. Escolha temas sobre crueldade, comente, critique. Sua carta pode ser publicada e muitas pessoas terão oportunidade de conhecer a realidade dos animais. Coloque sempre nome completo, endereço, RG e telefone, para que a carta possa ser publicada. As cartas devem ser curtas e objetivas;

15) Se alguma emissora de TV apresentar animais de circo, rodeios, ou qualquer programa que use animais, ligue para a produção. Telefonemas para a mídia são mais eficazes que cartas. Seja sempre educado, mas firme nas suas colocações. Muitas vezes um bom argumento pode conscientizar os responsáveis pela transmissão.

16) Se você mora na zona rural ou mesmo se costuma viajar para lugares cercados de mata, imprima textos de nossas páginas sobre Animais Silvestres e distribua entre os habitantes do local. Se houver uma escola, faça cópias para os professores.

17) Imprima o art. 32 da Lei de Crimes Ambientais e peça para donos de lojas de animais afixarem em lugar visível. Mande cópia da Lei com as partes mais importantes grifadas, também para professores.

18) Se você tem um estabelecimento comercial e costuma dar brindes como calendários, canetas, etc., coloque uma frase famosa sobre os direitos dos animais em canetas, calendários,etc.

19) Tenha sempre um texto educativo no seu carro quando tiver uma oportunidade, passe pra frente. Vale dar para o guarda de trânsito, para o guardador de carros, para a moça do caixa de banco, etc.

20) Peça para o jornaleiro colocar uma mensagem sobre animais dentro de jornais.

Somente se cada um de nós fizer sua parte, o Brasil vai mudar. Lembre-se, os animais dependem de poucas pessoas e as grandes mudanças começam com atitudes individuais.

"Se não for agora, quando? Se não formos nós, quem?

Compartilhe esta página com um amigo!

Seu nome:
Seu email:
Nome do recipiente:
Email do recipiente:
Se quiser escreva uma mensagem para seu amigo:


Clique aqui se quiser receber uma cópia de sua mensagem



[an error occurred while processing this directive]
visitantes desde 27/12/01